News

Número de ficheiros maliciosos diários aumenta 5,7% em 2021

Em comparação com o ano anterior, houve mais 20 mil novos ficheiros maliciosos por dia em 2021, uma média de 380 mil novos ficheiros maliciosos

07/01/2022

Número de ficheiros maliciosos diários aumenta 5,7% em 2021

Em 2021, os sistemas de deteção Kaspersky descobriram uma média de 380 mil novos ficheiros maliciosos diariamente durante os últimos 12 meses, um aumento de 5,7%, refletindo um crescimento de 20 mil em comparação com o ano anterior. Os dados são do “Relatório Estatístico do Ano”, parte do Kaspersky Security Bulletin (KSB), uma série anual de previsões e relatórios analíticos sobre mudanças-chave no mundo da cibersegurança. 

Tradicionalmente, a maioria das ameaças (91%) ocorriam através de ficheiros WindowsPE - um formato de ficheiro específico dos sistemas operativos Windows. Contudo, em 2021, os cibercriminosos começaram a espalhar ameaças associadas ao sistema operativo Linux com mais frequência do que nunca. Como resultado, o número de malware Linux detetado e de software indesejado aumentou 57%.

Mais de metade (54%) das ameaças detetadas pelos sistemas da Kaspersky eram compostas por Trojans não especificados. Enquanto muitos tipos de ameaças refletiam uma diminuição de volume em 2021 em relação a 2020, os Trojan Droppers cresceram 2,24% em relação a 2020. Este tipo de malware é particularmente perigoso, conta a Kaspersky, uma vez que estes programas são concebidos como forma de enviar malware mais sofisticado ao dispositivo de uma vítima. 

Registou-se, também, um aumento considerável no número de Worms detetados (117,5%), cujo alcance atingiu os 9%. É de notar que este tipo de malware pode auto-replicar-se e propagar-se de forma independente. Finalmente, os vírus cresceram 27%, aumentando o seu alcance para 10%. 

"Isto não foi inesperado – a atividade online ainda está no seu auge devido ao trabalho remoto que está a ser adotado em todo o mundo. Além disso, a grande mudança para as operações online significa também que mais dispositivos estão a ser utilizados ao nível mundial. Isto leva a uma superfície de ataque mais vasta e, consequentemente, a uma maior exposição a ameaças. Portanto, melhorar a literacia digital e manter as soluções de segurança atualizadas são duas tarefas extremamente importantes para os utilizadores contemporâneos”, comenta Denis Staforkin, perito em segurança da Kaspersky.


NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT SECURITY Nº3 Dezembro 2021

IT SECURITY Nº3 Dezembro 2021

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.