Compliance

Modelos algorítmicos ajudam a garantir a privacidade dos dados

A atual tecnologia da inteligência artificial permitiu um crescimento da confiança algorítmica dos utilizadores

01/11/2020

Modelos algorítmicos ajudam a garantir a privacidade dos dados

A publicação do Ciclo Gartner Hype para Tecnologias Emergentes centra-se especificamente em tecnologias que prometem oferecer uma vantagem competitiva nos próximos cinco a dez anos, como é o caso dos algoritmos.

Das 30 tecnologias e uma análise de mercado mais alargada, a Gartner identificou cinco tendências emergentes que vão dominar a tecnologia nos próximos anos. Brian Burke, vice-presidente de investigação da Gartner, explicou em comunicado porque a organização as considera importantes: "As tecnologias emergentes são de natureza disruptiva, mas a vantagem competitiva que proporcionam ainda não é bem conhecida ou comprovada pelo mercado. A maioria levará mais de cinco anos, e algumas mais de dez, para atingir o patamar da produtividade".

Estas tecnologias incluíam confiança algorítmica. A Gartner acredita que modelos fidedignos baseados em autoridades responsáveis estão a ser substituídos por modelos de confiança algorítmica para garantir a privacidade e segurança dos dados, a fonte dos bens e a identidade das pessoas e coisas.

A confiança algorítmica ajuda a garantir que as organizações não estão expostas ao risco e aos custos de perder a confiança dos seus clientes, colaboradores e parceiros. As tecnologias emergentes ligadas à confiança algorítmica incluem a borda do Secure Access Service (SASE), privacidade diferencial, proveniência autenticada, a própria identidade, IA responsável e IA explicável.

Nos próximos anos, estes modelos de confiança tornar-se-ão cada vez mais importantes à medida que forem estabelecidos novos regimes regulamentares a nível global.

A confiança algorítmica refere-se à forma como as pessoas vêem os algoritmos como um manipulador mais fiável para os seus dados do que quando comparado com as operações humanas. As pessoas sabem que os algoritmos funcionam num conjunto padrão de códigos e programas e que é um desafio mantê-los longe das suas tarefas padrão.

O estrito cumprimento da IA às suas limitações estabelecidas permite-lhe ser uma opção mais fiável, como é percebido pelos consumidores. Sem intervenção humana, as preocupações com a privacidade dos dados diminuirão, uma vez que os algoritmos não podem executar nenhuma tarefa para além do seu leque de competências estabelecido.

A atual tecnologia de IA permitiu uma melhoria contínua. "A IA pode criar barreiras de segurança e privacidade melhores e mais seguras que são mais difíceis de penetrar à medida que continua a recolher dados e a resolver problemas", explica Brian Burke.


REVISTA DIGITAL

IT SECURITY Nº1 Junho 2021

IT SECURITY Nº1 Junho 2021

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.