News

Microsoft indica que cibercriminosos russos furtaram código fonte

Após campanha de ciberespionagem a emails de executivos da Microsoft, a empresa assumiu que terá sido furtado código fonte

11/03/2024

Microsoft indica que cibercriminosos russos furtaram código fonte

A Microsoft revelou que o grupo de ciberespiões que corromperam a rede corporativa da empresa e espiaram executivos seniores também terão furtado código fonte e que ainda podem estar dentro dos sistemas internos da organização.

A empresa descreve o sucedido como “um ataque em curso” e que tem evidências de que o cibergrupos está a utilizar a informação inicialmente exfiltrada “para ganhar, ou tentar ganhar, acesso não autorizado”. A empresa não partilhou detalhes sobre o acesso ao código fonte ou que sistemas internos foram corrompidos. No entanto, a Microsoft diz que não tem evidências de que sistemas virados para o cliente alojados na Microsoft tenham sido comprometidos.

A empresa indica que é aparente que o grupo – conhecido como Midnight Blizzard – está a tentar utilizar os segredos partilhados com clientes em trocas de email. A Microsoft diz que está em contacto com estes clientes para os ajudar a tomar medidas de mitigação.

A Microsoft alertou, ainda, que o cibergrupos tem aumentado o volume de alguns ataques – como password sprays – em dez vezes durante o mês de fevereiro, em comparação com janeiro de 2024, mês em que o volume já tinha sido bastante elevado.


NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT SECURITY Nº18 Junho 2024

IT SECURITY Nº18 Junho 2024

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.