News

Grupos de cibercriminosos pró-Rússia recorrem a ataques de DDoS personalizados

O novo conjunto de ferramentas infetadas por malware está disponível por 120 dólares por mês e permite aos cibercriminosos “personalizarem” o tipo de ataque, desde a escolha de vetores, a duração e intensidade

07/02/2023

Grupos de cibercriminosos pró-Rússia recorrem a ataques de DDoS personalizados

O grupo de cibercriminosos russos Passion criou uma nova ferramenta para distribuir ataques através de DDoS contra a Ucrânia e os seus aliados.

O novo serviço com um conjunto de dispositivos infetados por malware e usados nos ataques está disponível para alugar, tendo sido já utilizado e adotado rapidamente por grupos pró-Rússia como o Killnet e o Anonymous Russia.

Por 120 dólares por mês, os utilizadores podem personalizar o tipo de ataques de DDoS que pretendem, com a escolha de vetores de ataque, duração e intensidade do falso tráfego de internet, revela um relatório da Radware. Estas características fazem com que seja mais difícil detetar e mitigar o ataque. O grupo aceita apenas pagamentos com moedas virtuais Bitcoin ou Tether através do serviço de pagamentos russo QIWI.

O tipo de ataques do grupo de cibercriminosos Passion foi mencionado por vários hacktivistas russos sobre ataques a hospitais nos EUA, Europa e Reino Unido. Em causa estaria a retaliação sobre o envio de tanques para ajudar a Ucrânia a combater as tropas russas.

Porquê o DDoS?

Os ataques DDoS tornaram-se mais populares entre estes cibercriminosos, uma vez que necessitam de pouca habilidade para lançar grandes e poderosos ataques. No entanto, e apesar de não destabilizarem gravemente as organizações, são capazes de provocar a perda de confiança e credibilidade junto dos clientes.


NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT SECURITY Nº16 Fevereiro 2024

IT SECURITY Nº16 Fevereiro 2024

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.