News

NATO e UE condenam cibercampanhas maliciosas russas

A NATO e a União Europeia condenaram a intensificação das operações híbridas levadas a cabo pela Rússia contra territórios aliados

06/05/2024

NATO e UE condenam cibercampanhas maliciosas russas

A NATO anunciou, no final da última semana, que os aliados estão “profundamente preocupados com as recentes atividades maliciosas” nos seus territórios. A Organização do Tratado do Atlântico Norte descreveu estas atividades como “parte de uma campanha intensificada de atividades que a Rússia continua a ter na área Euro-Atlântico, incluindo os territórios da Aliança”.

Num segundo comunicado, a NATO especifica uma cibercampanha maliciosa da Rússia contra os partidos políticos alemães em 2023, assim como outras campanhas contra instituições na Chéquia.

A ministra dos Negócios Estrangeiros da Alemanha, Annalena Baerbock, referiu, na última sexta-feira, que o país atribuía o ciberataque contra o Partido Social Democrata alemão ao APT28, também conhecido como Fancy Bear, que tem fortes ligações ao serviço de inteligência militar russo.

Também na última sexta-feira, a Comissão Europeia emitiu um comunicado alegando que a cibercampanha “mostra o padrão contínuo da Rússia de comportamento irresponsável no ciberespaço, ao ter como alvo instituições democráticas, entidades governamentais e fornecedores de infraestruturas críticas na União Europeia”.

Tendo em conta as várias cibercampanhas russas – não só contra a Alemanha, mas contra vários países da Aliança –, a NATO indicou que vai agir “individualmente e coletivamente para endereçar estas ações”.


NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT SECURITY Nº18 Junho 2024

IT SECURITY Nº18 Junho 2024

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.