Threats

Possíveis ciberataques a portos marítimos preocupam EUA

De acordo com o Secretário do Departamento de Segurança Interna dos EUA, Alejandro Mayorkas, o país está a aumentar o nível de tecnologia nas infraestruturas portuárias para fazer face a um possível aumento de ataques

26/11/2022

Possíveis ciberataques a portos marítimos preocupam EUA

“Uma das nossas maiores preocupações são as ameaças de cibersegurança nos portos. O alerta foi deixado pelo Secretário do Departamento de Segurança Interna dos EUA, Alejandro Mayorkas durante uma audiência do senado norte-americano.

Quando questionado pelo senador Jon Ossoff, Mayorkas afirmou que o país está a aumentar o nível de tecnologia nos portos para fazer face ao possível aumento de ataques, deixando no ar a ideia de que as infraestruturas portuárias do país podiam estar na mira de ataques, uma vez que são alvos ideais para os cibercriminosos provocarem danos na estrutura.

Citado pelo The Record, o CEO da Shift5, Josh Lospinoso, considera que existe um elevado leque de riscos de tecnologia operacional dentro da indústria marítima norte-americana devido à natureza das transações e do negócio em si.

Para Bryan Ware, ex-diretor assistente de cibersegurança da Agência de Cibersegurança e de Infraestrutura (CISA) acredita que qualquer interferência no fluxo de trabalho dos portos norte-americanos pode ter um efeito significativo.

“Há ameaças constantes aos nossos portos na forma de vulnerabilidades, ransomware e muito mais que podem causar horas, se não dias, de impacto, mas, em última análise, o efeito cascata deles pode causar efeitos significativos para empresas, consumidores, indústrias inteiras e muito mais, que é a questão-chave aqui”, afirmou Ware.

Especialistas da área de segurança sublinham que o principal alvo dos hackers neste caso sãos os sistemas de IT conectados às operações de negócios dos portos, uma vez que são mais fáceis de comprometer. Eric Byres, da aDolus Technology, considera ainda que os portos têm “uma visibilidade muito fraca da rede”, o que significa que os cibercriminosos poderão estar dentro da rede sem que os funcionários se apercebam.

Já durante este ano, os portos europeus estiveram na mira dos cibercriminosos, com ataques de ransomware a vários terminais portuários de petróleo, incluindo ciberataques a sistemas de carga e descarga.


NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT SECURITY Nº10 Fevereiro 2023

IT SECURITY Nº10 Fevereiro 2023

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.