Threats

Quase metade dos utilizadores foram atacados por malware de roubo de passwords

Estudo verifica um aumento da atividade de atacantes que roubam palavras-passe através da utilização do malware Trojan-PSW

08/12/2021

Quase metade dos utilizadores foram atacados por malware de roubo de passwords

Os cibercriminosos estão constantemente a inventar novos métodos de criminalidade online, tendo-se registado um aumento desta atividade nos últimos meses. Os especialistas da Kaspersky verificaram um aumento da atividade de atacantes que roubam passwords através da utilização de um malware especial chamado Trojan-PSW - criado para recolher informações de login e outros dados.

Os especialistas da Kaspersky analisaram dados de 2020 e 2021 (janeiro a setembro) sobre o número de tentativas de “infeção” e objetivos destes ataques. De acordo com as conclusões obtidas, registou-se um crescimento no número de utilizadores atacados durante este período. Por exemplo, no mês de setembro, houve aproximadamente mais 160 mil alvos do que em abril, um aumento de 45%.

Nos últimos meses, os especialistas da Kaspersky também assistiram a um forte aumento do número de tentativas de “infetar” utilizadores: no terceiro trimestre de 2021 (julho a setembro) registou-se um aumento de quase 30%. A quantidade total de deteções também aumentou em relação ao ano anterior: de 24,8 milhões para 25,5 milhões. No caso de Portugal, este valor passou de 506.840 em 2020 para 445.682 em 2021. Ao nível de utilizadores afetados, registou-se também uma quebra em relação ao ano anterior, a nível nacional – 28.967 vs. 24.418.

"Como demonstram as estatísticas, os logins, passwords, detalhes de pagamento e outros dados pessoais, continuam a ser um alvo apetecível para os cibercriminosos e a ser uma informação popular no mercado negro. Por esta razão, encorajamos os utilizadores a tomarem medidas adicionais para protegerem as suas contas. Por exemplo, através da utilização de métodos de autenticação multifactor. O aumento da atividade de cibercriminosos que realizam furtos de passwords também sugere a necessidade de os utilizadores serem mais cuidadosos, de não seguirem ligações não verificadas e de utilizarem uma solução de segurança atualizada", comenta Denis Parinov, especialista em segurança da Kaspersky


NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT SECURITY Nº5 Abril 2022

IT SECURITY Nº5 Abril 2022

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.